Pesquisadora: Ana Paula Torres Megiani

Bio

Docente Associada de História Ibérica no Departamento de História FFLCH-USP. Possui Graduação em História (1987), Mestrado (1995) e Doutorado (2001) em História Social e Livre Docência (2015) em História Ibérica pela USP. Pós-Doutorados pelo ICS-Univ. de Lisboa (2003) e Univ. Complutense de Madrid (2006). Co-ministrante do Master de Estudios Brasileños da Univ. de Salamanca 2013-2015. Autora dos livros O jovem rei encantado (Hucitec, 2003); O rei ausente (Alameda, 2004) e 1580 da Col. Portugal uma retrospectiva (Tinta da China, 2019). Co-organizadora dos livros Inês de Castro: a época e a memória (Alameda, 2008), O Império por escrito (Alameda, 2009), O Brasil na Monarquia Hispânica (Ed. Humanitas 2014), Visions, Prophecies and Divinations (Brill, 2016) e Redes y Circulación en el Brasil durante la Monarquia Hispánica (1580-1640) (Silex, 2020). É pesquisadora da Cátedra Jaime Cortesão-FFLCH/USP desde 2002. Coordenadora do Finisterra_Lab – Laboratório de Estudos sobre os Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII) e Diretora do Centro de Apoio à Pesquisa História (CAPH) da FFLCH-USP. É a atual Vice-Diretora da FFLCH-USP – gestão 2020-2024.

Continuar a ler “Pesquisadora: Ana Paula Torres Megiani”

Pesquisador: Antônio David

Bio

Professor contratado III (temporário) da Escola de Comunicação e Artes da USP. Bacharel em Filosofia (2009) e História (2018) e Doutor em Filosofia (2017) pela USP, com estágios de pesquisa de doutorado na França (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne e l’École des Hautes Études en Sciences Sociales) e Argentina (Instituto de Investigaciones Gino Germani – Universidad de Buenos Aires). Atualmente realiza pesquisa de doutorado em História Social pela USP. Realiza pesquisas sobre linhagens do pensamento sobre a história, conceitos e representações de história na Primeira Época Moderna (com ênfase na obra de Espinosa), temporalidade e historicidade no mundo contemporâneo (perspectiva interdisciplinar), problemas de teoria e metodologia da pesquisa histórica, ensino de História.

Continuar a ler “Pesquisador: Antônio David”

Pesquisador: Gustavo César Machado Cabral

Bio

Professor Adjunto da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC). Bolsista de Produtividade do CNPq (PQ-2). Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFC. Doutor em História do Direito pela USP. Pós-Doutorado (2014 e 2016-2017) pelo Max-Planck Institute für europäische Rechtsgeschichte. Foi professor visitante na Universidade Autônoma de Madrid (Espanha), Universidade de Maastricht (Holanda) e Universidade Nova de Lisboa (Portugal). Temas de pesquisa: História do Direito na Idade Moderna, especialmente na Península Ibérica e na América Portuguesa.

Continuar a ler “Pesquisador: Gustavo César Machado Cabral”

Pesquisador: Rodrigo Faustinoni Bonciani

Bio

Professor Adjunto IV do curso de História da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). Foi coordenador do curso de História da UNILA (2013-2014) e membro da Comissão de elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional (2013-2017). Pós-doutor pelo Programa de Pós-Graduação do Departamento de História da UNIFESP, 2017-2018. Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo (USP), 2010. Pós-graduação lato sensu pelo Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), Espanha, 2007. Investigador visitante da Universidade Nova de Lisboa (UNL), Portugal, 2006. Bacharel e licenciado em História pela USP, 2001. Participa dos seguintes grupos de pesquisa: Cátedra Edison Carneiro: História Afro-Latino-Americana; A Monarquia Hispânica e o império dos Felipes (1580-1640); Estudos da América Indígena. Possui experiência em História Social e Política, com ênfase em História Atlântica e da América Latina. Principais temas de investigação: formação dos estados modernos e dos impérios ultramarinos; pensamento político moderno e direito internacional; escravidão e trabalho forçado; legislação indigenista. De suas publicações recentes, destacam-se a organização do livro “Luiz Felipe de Alencastro – Encontros” (2019); “Um homem célebre encontra um ex-homem de cor: relações sociorraciais no Brasil do pós-abolição”, revista Almanack (2019); “Slavery, Human Trafficking and Forced Labor: Customs and Rights in History”, publicado no livro Contracondutas (2017); “‘Havendo escravos se restaurará tudo’: trajetórias e políticas ibero-atlânticas no fim do século XVI”, na revista Portuguese Studies Review (2017); “Guerra, domínio e soberania: experiências coloniais e império no Atlântico Sul, década de 1570”, na Revista de Indias (2016); e “Repúblicas da instabilidade: o domínio sobre os indígenas e africanos e a soberania régia nas Américas”, na revista História Unisinos (2016).

Continuar a ler “Pesquisador: Rodrigo Faustinoni Bonciani”

Pesquisadora: Adriana Romeiro

Bio

Formada em História pela Unicamp, com mestrado e doutorado pela mesma Universidade. Realizou pós-doutorado na Universidade de São Paulo, Universidad Autónoma de Madrid e atualmente na Unicamp. É professora associada do Departamento de História da UFMG. Atualmente desenvolve estudos sobre o imaginário político na modernidade ibérica, com ênfase para o tema da corrupção.

Continuar a ler “Pesquisadora: Adriana Romeiro”

Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga

Bio

Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) (2012). Pós-doutorando CAPES PNPD no Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP). Minhas pesquisas se concentram na relação entre história e historiografia do manuscrito, do impresso, do livro e a história e historiografia da magia, feitiçaria e bruxaria na Idade Moderna, com ênfase nos Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII). Também são temas de pesquisa e áreas de interesse afins: história e historiografia do Santo Ofício da Inquisição na Idade Moderna, história e historiografia das ordens religiosas e do livro religioso, história da cultura e das representações políticas e história das representações teatrais e artísticas na Península Ibérica e seus domínios (sécs. XV-XVIII).

Continuar a ler “Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga”

Pesquisadora: Margareth de Almeida Gonçalves

Bio

Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1980), mestrado e doutorado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (2002), com estágio sanduíche na Universidade de Essex, Reino Unido. Tem estágio de pós-doutorado no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (2012). É professora titular da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de História do Império Português e História do Brasil entre os séculos XVI e XIX, com ênfase em história e historiografia da religião, história intelectual e estudos de gênero.

Continuar a ler “Pesquisadora: Margareth de Almeida Gonçalves”

Pesquisador: José Carlos Vilardaga

Bio

Bacharel e Licenciado em História pela Universidade de São Paulo (USP), fez Mestrado (1998-2002) e Doutorado (2006-2011) em História Social pela mesma universidade (FFLCH-USP). Possui experiência docente em ensino fundamental, médio e superior, tendo, neste último, trabalhado em universidades públicas e privadas, como UNISA, UFOP, PUCCAMP e UEL. Estuda os impérios coloniais ibéricos durante o período moderno, com especial ênfase nas conexões luso-castelhanas na América Meridional entre os séculos XVI e XVII. Atua como pesquisador na intersecção das áreas de História da América Colonial, História Ibérica e História de São Paulo no período colonial e desenvolve a pesquisa “Dinâmicas do espaço platino: pessoas e objetos em circulação pelos caminhos do Prata entre 1530 e 1640.” Professor da área de História da América na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), é um dos líderes dos Diretórios de Pesquisa: “A monarquia hispânica e o império dos Felipes (1580-1640)” e “História e Historiografia das Américas”. É um dos coordenadores do Laboratório de Pesquisa em Histórias das Américas (LAPHA) da UNIFESP e membro do Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre os Impérios Ibéricos na Época Moderna (séculos XV-XVII), o FINISTERRA_lab (USP). Faz parte do pólo brasileiro da Red Columnaria; integra a rede internacional GEOPAM (Geopolítica Americana de los siglos XVI e XVII); o projeto “Base de Dados BRASILHIS – Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640)”, e o Ñande – Rede de Pesquisadoras e Pesquisadores sobre o Paraguay. Autor dos livros: Lastros de viagem: expectativas, projeções e descobertas portuguesas no Índico (1498-1554) (Annablume, 2010) e São Paulo no império dos Felipes: conexões na América Meridional (1580-1640) (Intermeios, 2014).

Continuar a ler “Pesquisador: José Carlos Vilardaga”

Pesquisadora: Denise A S de Moura

Bio

Formada em História com mestrado e doutorado em História do Brasil Império. Desde 2002 professora de História do Brasil na UNESP e pesquisa em Brasil século XVIII. Estágio de Pós-Doc na Universidade Nova de Lisboa (2008) e Johns Hopkins University (2013). Experiência de pesquisa nos últimos 18 anos em História do Brasil colônia em arquivos do Brasil e exterior. Desde 2015 venho trabalhando com história da cartografia, século XVIII, obtendo financiamentos, realizando apresentação de comunicação de pesquisa e publicado artigos.

Continuar a ler “Pesquisadora: Denise A S de Moura”

Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis

Bio

Professor do Departamento e do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágio de pesquisa pós-doutoral como visiting scholar no Instituto de Estudos Latino-Americanos (ILAS) da Universidade Columbia em Nova York. É líder do “LAméricas. Estudos e pesquisas em História da América Colonial” (UFMT/CNPq) e pesquisador associado do grupo “GEHA – Grupo de Estudos de História das Américas” (UFOP/CNPq). Integra o polo brasileiro da Red Columnaria. Atualmente, desenvolve pesquisas sobre os sujeitos e grupos classificados como vagabundos na sociedade novo-hispânica dos séculos XVI e XVII.

Continuar a ler “Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis”

boletim da h_moderna – n. 8 – fev 21

Este é o oitavo  boletim mensal da rede , no qual se divulgam eventos, publicações, oportunidades e recursos relacionados à área de História Moderna no Brasil e no mundo. Caso tenha algum evento ou chamada que queira divulgar, entre em contato pelo hmodernaemrede@gmail.com.

Gravura de Abraham Hertochs (a partir de Philips Fruytiers) para o fronstispício de Eikon Basiliké (Londres: 1662), 319x208mm, Museu Britânico. Continuar a ler “boletim da h_moderna – n. 8 – fev 21”

boletim da h_moderna – n. 7 – jan 21

Este é o sétimo boletim mensal da rede (e o primeiro de 2021), no qual se divulgam eventos, publicações, oportunidades e recursos relacionados à área de História Moderna no Brasil e no mundo. Caso tenha algum evento ou chamada que queira divulgar, entre em contato pelo hmodernaemrede@gmail.com.  

Fronstispício de Bacon, Novum Organum. Leiden: Adrianum Wijngaerde et Franciscum Moiardum, 1645, Houghton (Harvard).

Continuar a ler “boletim da h_moderna – n. 7 – jan 21”

boletim da h_moderna – n. 6 – dez 20

Este é o sexto boletim da rede , divulgando mensalmente eventos, publicações, oportunidades e recursos relacionados à área de História Moderna no Brasil e no mundo. Caso tenha algum evento ou chamada que queira divulgar, entre em contato pelo hmodernaemrede@gmail.com.

Anônimo, “Dialogue” (c. 1793), Água-Forte colorizada sobre papel, 11,5 x 16,5 cm, BNF.

Continuar a ler “boletim da h_moderna – n. 6 – dez 20”