Pesquisador: José Carlos Vilardaga

Bio

Bacharel e Licenciado em História pela Universidade de São Paulo (USP), fez Mestrado (1998-2002) e Doutorado (2006-2011) em História Social pela mesma universidade (FFLCH-USP). Possui experiência docente em ensino fundamental, médio e superior, tendo, neste último, trabalhado em universidades públicas e privadas, como UNISA, UFOP, PUCCAMP e UEL. Estuda os impérios coloniais ibéricos durante o período moderno, com especial ênfase nas conexões luso-castelhanas na América Meridional entre os séculos XVI e XVII. Atua como pesquisador na intersecção das áreas de História da América Colonial, História Ibérica e História de São Paulo no período colonial e desenvolve a pesquisa “Dinâmicas do espaço platino: pessoas e objetos em circulação pelos caminhos do Prata entre 1530 e 1640.” Professor da área de História da América na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), é um dos líderes dos Diretórios de Pesquisa: “A monarquia hispânica e o império dos Felipes (1580-1640)” e “História e Historiografia das Américas”. É um dos coordenadores do Laboratório de Pesquisa em Histórias das Américas (LAPHA) da UNIFESP e membro do Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre os Impérios Ibéricos na Época Moderna (séculos XV-XVII), o FINISTERRA_lab (USP). Faz parte do pólo brasileiro da Red Columnaria; integra a rede internacional GEOPAM (Geopolítica Americana de los siglos XVI e XVII); o projeto “Base de Dados BRASILHIS – Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640)”, e o Ñande – Rede de Pesquisadoras e Pesquisadores sobre o Paraguay. Autor dos livros: Lastros de viagem: expectativas, projeções e descobertas portuguesas no Índico (1498-1554) (Annablume, 2010) e São Paulo no império dos Felipes: conexões na América Meridional (1580-1640) (Intermeios, 2014).

Projetos em andamento

Palavras-chave

  • Circulação, Espaço, Fronteira

Filiação Institucional

Grupos de Pesquisa

CV e Publicações

Contato e Páginas

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.