Pesquisador: Bruno Silva

Bio

Docente do Ensino Superior na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (2007), com ênfase em História do Brasil Império. Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense com o tema: “Negros, Índios e Mestiços nas Crônicas de Pernambuco e São Paulo Setecentistas” (2011), abordando assuntos como: “Identidades Coloniais”, Genealogias, Pensamento Ilustrado no Mundo Luso e Participação de Negros, Índios e Mestiços nos eventos abordados pelo croniciado Luso-brasileiro setecentista. Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminense com a tese: “Inventários do Homem Americano: viagens, teorias e composição das raças nos séculos XVII e XVIII”, sob orientação de Ronald Raminelli. Atuando também, como Pesquisador Associado no Departamento de História da Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos da América, entre dezembro de 2012 e maio de 2013, onde realizou pesquisas no âmbito da História da América Colonial (séculos XVII e XVIII) e Europa Moderna, com ênfase para os estudos realizados no acervo da Benson Latin American Collection, uma das maiores instituições do mundo dedicada ao estudo da América Latina, em todas as temporalidades, sob orientação de Jorge Canizares-Esguerra. Atualmente é filiado à Associação Nacional de Pesquisadores e Professores de História das Américas – ANPHLAC. Entre 2017 e 2019 foi Coordenador do Curso de História da UNIFESSPA/Xinguara. No momento, coordena o Programa de Pós-Graduação do campus de Xinguara, o PROFHISTORIA (Mestrado Profissional em História) e é líder do GEPAm (Grupo de Ensino e Pesquisas Americanistas) registrado no CNPq. Além de empreender pesquisas na área de circulação de indivíduos, bens e ideias entre a América e Oriente, do século XVI ao XVIII.

Continuar a ler “Pesquisador: Bruno Silva”

Pesquisador: Adone Agnolin

Bio

Graduação em Filosofia e especialização em História das Religiões, junto à Università degli Studi di Padova (1987), Itália. Doutorado em Sociologia (1998) e Pós-Doutorado em História Social (2000-2003), junto à Universidade de São Paulo (USP), Brasil, onde realizou também sua Livre Docência no ano de 2017. Desde 2003, Professor Doutor (Livre Docente) em História Moderna no Departamento de História (Programa de História Social) da Universidade de São Paulo. Pós-Doc como integrante do Projeto Temático de pesquisa, do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), “Missões Cristãs e Populações Indígenas: o problema da mediação cultural” (2000-2003) e do Projeto Temático “Dimensões do Império Português” (2005-2010), do Departamento de História – FFLCH-USP, Cátedra ‘Jaime Cortesão’ e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP): no interior do qual foi coordenador do Núcleo Temático “Religião e Evangelização”. Pós-Doutorado junto à Scuola Normale Superiore, SNS, Itália (2008), com projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, e pesquisa junto ao Arquivo Histórico dos Jesuítas de Roma e à Torre do Tombo e à Biblioteca Nacional de Lisboa. Atuando, sobretudo, na área de História Moderna, com ênfase em História Moderna e Colonial, História das Religiões, História da Reforma e da Contrarreforma, Catequese e Missionação, Colonização e Mediação Cultural entre Europa, América e Ásia, Antropologia Histórica. Continuar a ler “Pesquisador: Adone Agnolin”

Pesquisadora: Juliana Torres Rodrigues Pereira

Bio

Graduada (2009) e Mestre (2012) em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (2017). Atualmente é Professora de História Moderna na Universidade Federal da Bahia. Trabalha com História Religiosa na Época Moderna. Desenvolve pesquisas sobre: episcopado e Inquisição na Época Moderna; debates teológicos modernos; a Ordem dos Pregadores nos séculos XVI-XVII; magia e feitiçaria na Época Moderna.

Continuar a ler “Pesquisadora: Juliana Torres Rodrigues Pereira”

Pesquisadora: Patricia Souza de Faria

Bio

Graduada e Mestre em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense com período sanduíche no Instituto Universitário de Lisboa (IUL-ISCTE). Pós-Doutorado na Universidade de Évora e atuou como pesquisadora (estudos pós-doutorais) no Centre des Recherches Historiques da École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS, Paris). Professora do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Desenvolve pesquisa sobre: Religiões e Religiosidades na Era Moderna; Inquisição e História das Missões Cristãs; Impérios Ibéricos na Era Moderna; Poder, Cultura e Sociedade no Antigo Regime; Império Asiático Português; Impérios, Saberes e Orientalismo.

Continuar a ler “Pesquisadora: Patricia Souza de Faria”

Pesquisadora: Andréa Doré

Bio

Graduada em Comunicação Social (1991), pela Universidade Federal do Paraná, Mestre em Relações Internacionais (1997) pela Universidade de Brasília e Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense. Obteve Diploma de Estudos Aprofundados em História e Civilizações (1995) pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS), de Paris, onde também atuou como professora convidada em 2019. Realizou estágio de pós-doutorado na Universidade de Harvard (2012-2013) e foi bolsista na John Carter Brown Library (2103). Atualmente é professora de Teoria da História e de História Moderna no Departamento de História da Universidade Federal do Paraná. Estuda a construção do saber geográfico sobre a América; as relações entre o Índico e o Brasil durante a União Ibérica; literatura geográfica, cópias e traduções cartográficas; experiências de cativeiro. É coordenadora do Centro de Documentação e Pesquisa em História (CEDOPE), da UFPR.

Continuar a ler “Pesquisadora: Andréa Doré”