Pesquisador: Carlos Ziller Camenietzki

Bio

Graduado em Física pela PUC-RJ, mestre em Educação pelo IESAE-FGV e doutor em Filosofia pela Université de Paris IV – Sorbonne, foi pesquisador do MAST-MCTI em História da Ciência por quase vinte anos antes de ingressar como docente no Instituto de História de UFRJ, onde está até hoje atuando na área de História Moderna. Seus temas de pesquisa concentram-se nos filósofos da antiga Companhia de Jesus, na História Política de Portugal e na História da Astronomia Moderna.

Continuar a ler “Pesquisador: Carlos Ziller Camenietzki”

Pesquisadora: Laura de Mello e Souza

Bio

Bacharelado e Licenciatura em História, USP (1977). Mestrado (1980) e Doutorado (1986) em  História Social, USP. Professora Livre Docente (1993) e Titular (1999) em História Moderna. Docência de História Medieval, Faculdade de Moema, São Paulo (1980-1981); História do Brasil (1980-81), Escola LIvre de Sociologia e Política; História Moderna, Departamento de HIstória, USP (1984-2014); Tinker Visiting Professor, University of Texas at Austin (janeiro-junho 1998); Cátedra Guimarães Rosa, UNAM (julho 2006); Cátedra de História do Brasil, Sorbonne Université (2014- ). Pesquisa em arquivos e bibliotecas brasileiras, portuguesas, italianas, francesas, inglesas e norte-americanas. Temas de pesquisa: pobreza e desclassificação social em Minas Gerais do século XVIII; feitiçaria e religiosidade popular no império atlântico português; história cultural no período colonial; concepções do mundo natural na Época Moderna; crise do Antigo Regime e invasões napoleônicas.

Continuar a ler “Pesquisadora: Laura de Mello e Souza”

Pesquisador: Jaime Fernando dos Santos Junior

Bio

É Formado em História pela Universidade Federal de São Paulo (bacharelado e licenciatura) e bacharel em Música (Habilitação: Instrumento – Guitarra) na UniFIAMFAAM. É mestre em História pela Universidade Federal de São Paulo na linha de pesquisa “Poder, Cultura e Saberes”. É doutor pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na linha de pesquisa História e Historiografia, com tese a respeito da utilização e difusão do conceito de revolução no século XVII. Tem interesse nas áreas relacionadas à Teoria da História, História Moderna, História da Inglaterra, História da Revolução Inglesa e às imbricações entre política e Religião no século XVII. Pesquisa os debates e vocabulários políticos, e os usos dos conceitos e categorias políticas na história e na historiografia, sobretudo em relação às abordagens e aos autores associados à chamada Escola de Cambridge e a Begriffsgeschichte.

Continuar a ler “Pesquisador: Jaime Fernando dos Santos Junior”

Pesquisador: Bruno Silva

Bio

Docente do Ensino Superior na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (2007), com ênfase em História do Brasil Império. Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense com o tema: “Negros, Índios e Mestiços nas Crônicas de Pernambuco e São Paulo Setecentistas” (2011), abordando assuntos como: “Identidades Coloniais”, Genealogias, Pensamento Ilustrado no Mundo Luso e Participação de Negros, Índios e Mestiços nos eventos abordados pelo croniciado Luso-brasileiro setecentista. Doutor em História Social pela Universidade Federal Fluminense com a tese: “Inventários do Homem Americano: viagens, teorias e composição das raças nos séculos XVII e XVIII”, sob orientação de Ronald Raminelli. Atuando também, como Pesquisador Associado no Departamento de História da Universidade do Texas, em Austin, nos Estados Unidos da América, entre dezembro de 2012 e maio de 2013, onde realizou pesquisas no âmbito da História da América Colonial (séculos XVII e XVIII) e Europa Moderna, com ênfase para os estudos realizados no acervo da Benson Latin American Collection, uma das maiores instituições do mundo dedicada ao estudo da América Latina, em todas as temporalidades, sob orientação de Jorge Canizares-Esguerra. Atualmente é filiado à Associação Nacional de Pesquisadores e Professores de História das Américas – ANPHLAC. Entre 2017 e 2019 foi Coordenador do Curso de História da UNIFESSPA/Xinguara. No momento, coordena o Programa de Pós-Graduação do campus de Xinguara, o PROFHISTORIA (Mestrado Profissional em História) e é líder do GEPAm (Grupo de Ensino e Pesquisas Americanistas) registrado no CNPq. Além de empreender pesquisas na área de circulação de indivíduos, bens e ideias entre a América e Oriente, do século XVI ao XVIII.

Continuar a ler “Pesquisador: Bruno Silva”

Pesquisador: Luciano Cesar da Costa

Bio

Possui graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (2011), mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (2014) e doutorado também pela Universidade Federal Fluminense (2019). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Moderna e Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: Hierarquia, Embaixadas, Conflitos e Restauração Portuguesa. Recentemente, tem se dedicado aos estudos das embaixadas portugueses em Roma durante a Restauração Portuguesa, bem como a atuação da comunidade portuguesa em Roma. É membro fundador do grupo Sigillum – Estudos sobre diplomacia.
Continuar a ler “Pesquisador: Luciano Cesar da Costa”

Pesquisador: Douglas Mota Xavier de Lima

Bio

Licenciado e Bacharel em História pela UFF 2009. Mestre 2012 e Doutor 2016 em História pelo Ppgh-UFF. Professor da educação básica entre 2009 e 2014. Professor adjunto da Universidade Federal do Oeste do Pará desde 2014, áreas de História Antiga, Medieval e Moderna. Pesquisa temas relacionados a monarquia portuguesa no século XV, em especial diplomacia, viagens e comunicação política. Pós-doutorado em andamento na UNESP-Franca sobre os relatos de embaixadas do século XV na Europa.

Continuar a ler “Pesquisador: Douglas Mota Xavier de Lima”

Pesquisadora: Caroline Garcia Mendes

Bio

Bacharel e Licenciada em História pela UFV, Mestra em História pela Unicamp e Doutora em História Social pela USP. Tenho interesse de pesquisa na área de Cultura Escrita e circulação de notícias na Península Ibérica no século XVII. Minha pesquisa de doutorado teve o intuito de discorrer sobre os impressos de notícias publicados em Lisboa e Madrid durante o período da guerra da Restauração, buscando identificar seus impressores e editores, bem como o conteúdo dessas notícias e como cada impresso descrevia as batalhas e seus inimigos. Faço parte do Grupo de Estudos de História Ibérica Moderna da FFLCH/USP e sou convidada no Modernitas Núcleo de Estudos em História moderna vinculado ao IFCH/Unicamp. Atualmente sou professora substituta de História no Instituto Federal de São Paulo, campus Jacareí. Continuar a ler “Pesquisadora: Caroline Garcia Mendes”

Pesquisador: Bruno Martins Boto Leite

Bio

Formado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2004), Mestre em história social pela UFRJ (2006) e Doutor em história pelo Istituto Universitario Europeo de Florença, Itália (2012). Tem experiência na área de História, com ênfase em História da cultura e da educação na época moderna (séculos XVI-XVIII), atuando principalmente nos seguintes temas: História das instituições de cultura, História dos Intelectuais & História da filosofia e da ciência em Portugal e no Brasil da época moderna. Além de trabalhar com História da Educação Jesuítica nos mesmos contextos. Membro dos grupos de Pesquisa: “NEIC-UFRPE – Núcleo de Estudos de Impérios Coloniais” & “Jesuítas nas Américas”. É professor adjunto de História Moderna do departamento de História da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE e membro permanente do Programa de Pós-Graduação em História da mesma universidade e do Programa de Pós-Graduação em História da UFPE.

Continuar a ler “Pesquisador: Bruno Martins Boto Leite”

Pesquisadora: Ana Paula Torres Megiani

Bio

Docente Associada de História Ibérica no
Dep artamento de História FFLCH-USP. Possui Graduação em História (1987), Mestrado (1995) e Doutorado (2001) em História Social e Livre Docência (2015) em História Ibérica pela USP. Pós-Doutorados pelo ICS-Univ. de Lisboa (2003) e Univ. Complutense de Madrid (2006). Co-ministrante do Master de Estudios Brasileños da Univ. de Salamanca 2013-2015. Autora dos livros O jovem rei encantado (Hucitec, 2003); O rei ausente (Alameda, 2004) e 1580 da Col. Portugal uma retrospectiva (Tinta da China, 2019). Co-organizadora dos livros Inês de Castro: a época e a memória (Alameda, 2008), O Império por escrito (Alameda, 2009), O Brasil na Monarquia Hispânica (Ed. Humanitas 2014), Visions, Prophecies and Divinations (Brill, 2016) e Redes y Circulación en el Brasil durante la Monarquia Hispánica (1580-1640) (Silex, 2020). É pesquisadora da Cátedra Jaime Cortesão-FFLCH/USP desde 2002. Coordenadora do Finisterra_Lab – Laboratório de Estudos sobre os Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII) e Diretora do Centro de Apoio à Pesquisa História (CAPH) da FFLCH-USP. É a atual Vice-Diretora da FFLCH-USP – gestão 2020-2024.

Continuar a ler “Pesquisadora: Ana Paula Torres Megiani”

Pesquisador: Antônio David

Bio

Professor contratado III (temporário) da Escola de Comunicação e Artes da USP. Bacharel em Filosofia (2009) e História (2018) e Doutor em Filosofia (2017) pela USP, com estágios de pesquisa de doutorado na França (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne e l’École des Hautes Études en Sciences Sociales) e Argentina (Instituto de Investigaciones Gino Germani – Universidad de Buenos Aires). Atualmente realiza pesquisa de doutorado em História Social pela USP. Realiza pesquisas sobre linhagens do pensamento sobre a história, conceitos e representações de história na Primeira Época Moderna (com ênfase na obra de Espinosa), temporalidade e historicidade no mundo contemporâneo (perspectiva interdisciplinar), problemas de teoria e metodologia da pesquisa histórica, ensino de História.

Continuar a ler “Pesquisador: Antônio David”

Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga

Bio

Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) (2012). Pós-doutorando CAPES PNPD no Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP). Minhas pesquisas se concentram na relação entre história e historiografia do manuscrito, do impresso, do livro e a história e historiografia da magia, feitiçaria e bruxaria na Idade Moderna, com ênfase nos Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII). Também são temas de pesquisa e áreas de interesse afins: história e historiografia do Santo Ofício da Inquisição na Idade Moderna, história e historiografia das ordens religiosas e do livro religioso, história da cultura e das representações políticas e história das representações teatrais e artísticas na Península Ibérica e seus domínios (sécs. XV-XVIII).

Continuar a ler “Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga”

Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis

Bio

Professor do Departamento e do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágio de pesquisa pós-doutoral como visiting scholar no Instituto de Estudos Latino-Americanos (ILAS) da Universidade Columbia em Nova York. É líder do “LAméricas. Estudos e pesquisas em História da América Colonial” (UFMT/CNPq) e pesquisador associado do grupo “GEHA – Grupo de Estudos de História das Américas” (UFOP/CNPq). Integra o polo brasileiro da Red Columnaria. Atualmente, desenvolve pesquisas sobre os sujeitos e grupos classificados como vagabundos na sociedade novo-hispânica dos séculos XVI e XVII.

Continuar a ler “Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis”

Pesquisadora: Nívia Pombo

Bio

Sou Professora Adjunta do Departamento de História – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), atuando na Área de Moderna e Contemporânea. Graduada em História pela UERJ, com Mestrado (2002) e Doutorado (2013) em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Em 2015, publiquei o livro D. Rodrigo de Sousa Coutinho: pensamento e ação político-administrativa no Império Português (1778-1812), publicando artigos e capítulos de livros dedicados ao final do século XVIII. Atualmente integro como pesquisadora o INCT-Rede Proprietas. Coordeno o Núcleo de Estudos de História Moderna (NEHMO/UERJ). Atuo como Conselheira Editorial da Revista Brasileira de História. Tenho me dedicado aos seguintes temas: Ilustração, elites letradas, cultura escrita, tipografias, estudos de trajetória, Império português, território e direitos de propriedade no final do século XVIII.

Continuar a ler “Pesquisadora: Nívia Pombo”

Pesquisadora: Luciana Lopes dos Santos

Bio

Possui Licenciatura e Bacharelado em História pela UFRGS. Cursou Mestrado e Doutorado em História na mesma Universidade, sendo o último com estágio “sanduíche” na Universidade de Alcalá de Henares. Pesquisa na área de História Social da Cultura Escrita e História Moderna desde 2002. Foi professora da rede estadual do Rio Grande do Sul, lecionando História para alunos de 6º. a 9º. anos. Realizou estágio pós-doutoral entre fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019 na Universidade de Salamanca, com o projeto denominado “Os Letrados e a Doutora: a Universidade de Salamanca e a Canonização de Santa Teresa (1591-1622)”. Atualmente, é professora efetiva na UFVJM, campus Diamantina-MG, das áreas de História Moderna e História da América (pré-colombiana e colonial).

Continuar a ler “Pesquisadora: Luciana Lopes dos Santos”