Pesquisadora: Caroline Garcia Mendes

Bio

Bacharel e Licenciada em História pela UFV, Mestra em História pela Unicamp e Doutora em História Social pela USP. Tenho interesse de pesquisa na área de Cultura Escrita e circulação de notícias na Península Ibérica no século XVII. Minha pesquisa de doutorado teve o intuito de discorrer sobre os impressos de notícias publicados em Lisboa e Madrid durante o período da guerra da Restauração, buscando identificar seus impressores e editores, bem como o conteúdo dessas notícias e como cada impresso descrevia as batalhas e seus inimigos. Faço parte do Grupo de Estudos de História Ibérica Moderna da FFLCH/USP e sou convidada no Modernitas Núcleo de Estudos em História moderna vinculado ao IFCH/Unicamp. Atualmente sou professora substituta de História no Instituto Federal de São Paulo, campus Jacareí. Continuar a ler “Pesquisadora: Caroline Garcia Mendes”

Pesquisador: Bruno Martins Boto Leite

Bio

Formado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2004), Mestre em história social pela UFRJ (2006) e Doutor em história pelo Istituto Universitario Europeo de Florença, Itália (2012). Tem experiência na área de História, com ênfase em História da cultura e da educação na época moderna (séculos XVI-XVIII), atuando principalmente nos seguintes temas: História das instituições de cultura, História dos Intelectuais & História da filosofia e da ciência em Portugal e no Brasil da época moderna. Além de trabalhar com História da Educação Jesuítica nos mesmos contextos. Membro dos grupos de Pesquisa: “NEIC-UFRPE – Núcleo de Estudos de Impérios Coloniais” & “Jesuítas nas Américas”. É professor adjunto de História Moderna do departamento de História da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE e membro permanente do Programa de Pós-Graduação em História da mesma universidade e do Programa de Pós-Graduação em História da UFPE.

Continuar a ler “Pesquisador: Bruno Martins Boto Leite”

Pesquisadora: Ana Paula Torres Megiani

Bio

Docente Associada de História Ibérica no Departamento de História FFLCH-USP. Possui Graduação em História (1987), Mestrado (1995) e Doutorado (2001) em História Social e Livre Docência (2015) em História Ibérica pela USP. Pós-Doutorados pelo ICS-Univ. de Lisboa (2003) e Univ. Complutense de Madrid (2006). Co-ministrante do Master de Estudios Brasileños da Univ. de Salamanca 2013-2015. Autora dos livros O jovem rei encantado (Hucitec, 2003); O rei ausente (Alameda, 2004) e 1580 da Col. Portugal uma retrospectiva (Tinta da China, 2019). Co-organizadora dos livros Inês de Castro: a época e a memória (Alameda, 2008), O Império por escrito (Alameda, 2009), O Brasil na Monarquia Hispânica (Ed. Humanitas 2014), Visions, Prophecies and Divinations (Brill, 2016) e Redes y Circulación en el Brasil durante la Monarquia Hispánica (1580-1640) (Silex, 2020). É pesquisadora da Cátedra Jaime Cortesão-FFLCH/USP desde 2002. Coordenadora do Finisterra_Lab – Laboratório de Estudos sobre os Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII) e Diretora do Centro de Apoio à Pesquisa História (CAPH) da FFLCH-USP. É a atual Vice-Diretora da FFLCH-USP – gestão 2020-2024.

Continuar a ler “Pesquisadora: Ana Paula Torres Megiani”

Pesquisador: Antônio David

Bio

Professor contratado III (temporário) da Escola de Comunicação e Artes da USP. Bacharel em Filosofia (2009) e História (2018) e Doutor em Filosofia (2017) pela USP, com estágios de pesquisa de doutorado na França (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne e l’École des Hautes Études en Sciences Sociales) e Argentina (Instituto de Investigaciones Gino Germani – Universidad de Buenos Aires). Atualmente realiza pesquisa de doutorado em História Social pela USP. Realiza pesquisas sobre linhagens do pensamento sobre a história, conceitos e representações de história na Primeira Época Moderna (com ênfase na obra de Espinosa), temporalidade e historicidade no mundo contemporâneo (perspectiva interdisciplinar), problemas de teoria e metodologia da pesquisa histórica, ensino de História.

Continuar a ler “Pesquisador: Antônio David”

Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga

Bio

Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) (2012). Pós-doutorando CAPES PNPD no Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP). Minhas pesquisas se concentram na relação entre história e historiografia do manuscrito, do impresso, do livro e a história e historiografia da magia, feitiçaria e bruxaria na Idade Moderna, com ênfase nos Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII). Também são temas de pesquisa e áreas de interesse afins: história e historiografia do Santo Ofício da Inquisição na Idade Moderna, história e historiografia das ordens religiosas e do livro religioso, história da cultura e das representações políticas e história das representações teatrais e artísticas na Península Ibérica e seus domínios (sécs. XV-XVIII).

Continuar a ler “Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga”

Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis

Bio

Professor do Departamento e do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágio de pesquisa pós-doutoral como visiting scholar no Instituto de Estudos Latino-Americanos (ILAS) da Universidade Columbia em Nova York. É líder do “LAméricas. Estudos e pesquisas em História da América Colonial” (UFMT/CNPq) e pesquisador associado do grupo “GEHA – Grupo de Estudos de História das Américas” (UFOP/CNPq). Integra o polo brasileiro da Red Columnaria. Atualmente, desenvolve pesquisas sobre os sujeitos e grupos classificados como vagabundos na sociedade novo-hispânica dos séculos XVI e XVII.

Continuar a ler “Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis”

Pesquisadora: Nívia Pombo

Bio

Sou Professora Adjunta do Departamento de História – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), atuando na Área de Moderna e Contemporânea. Graduada em História pela UERJ, com Mestrado (2002) e Doutorado (2013) em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Em 2015, publiquei o livro D. Rodrigo de Sousa Coutinho: pensamento e ação político-administrativa no Império Português (1778-1812), publicando artigos e capítulos de livros dedicados ao final do século XVIII. Atualmente integro como pesquisadora o INCT-Rede Proprietas. Coordeno o Núcleo de Estudos de História Moderna (NEHMO/UERJ). Atuo como Conselheira Editorial da Revista Brasileira de História. Tenho me dedicado aos seguintes temas: Ilustração, elites letradas, cultura escrita, tipografias, estudos de trajetória, Império português, território e direitos de propriedade no final do século XVIII.

Continuar a ler “Pesquisadora: Nívia Pombo”

Pesquisadora: Luciana Lopes dos Santos

Bio

Possui Licenciatura e Bacharelado em História pela UFRGS. Cursou Mestrado e Doutorado em História na mesma Universidade, sendo o último com estágio “sanduíche” na Universidade de Alcalá de Henares. Pesquisa na área de História Social da Cultura Escrita e História Moderna desde 2002. Foi professora da rede estadual do Rio Grande do Sul, lecionando História para alunos de 6º. a 9º. anos. Realizou estágio pós-doutoral entre fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019 na Universidade de Salamanca, com o projeto denominado “Os Letrados e a Doutora: a Universidade de Salamanca e a Canonização de Santa Teresa (1591-1622)”. Atualmente, é professora efetiva na UFVJM, campus Diamantina-MG, das áreas de História Moderna e História da América (pré-colombiana e colonial).

Continuar a ler “Pesquisadora: Luciana Lopes dos Santos”

Pesquisador: Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior

Bio

Possui graduação em História (2005) pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestrado (2009) e doutorado (2014) em História e Culturas Políticas pela mesma universidade, com a realização de estágio sanduíche na Université Paris-Est Créteil. Tem experiência na área de pesquisa em História, com ênfase em História Medieval, História do Renascimento, História do Esoterismo e História Política. É membro da Associação Brasileira de Estudos Medievais (ABREM). Atualmente ocupa o cargo de codiretor do Centro de Estudios sobre el Esoterismo Occidental de la UNASUR (CEEO-UNASUR), grupo de pesquisas afiliado a European Society for the Study of Western Esotericism (ESSWE). Dirige também a Revista Melancolia, vinculada ao CEEO-UNASUR. Desde 2019, é membro da Cátedra UNESCO-UFMG “Territorialidades e Humanidades: a Globalização das Luzes”. É professor adjunto do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), onde fundou e dirige o Virtù – Grupo de História Medieval e Renascentista. Continuar a ler “Pesquisador: Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior”

Pesquisador: Bruno Kawai Souto Maior de Melo

Bio

Doutor e mestre em História (UFPE, 2020 e 2015). Licenciado em História (UFRPE, 2011). Realizou Estágio Sanduíche no Exterior, na Universidade de Coimbra, com Bolsa CAPES. Atualmente é professor substituto do curso de graduação em História da UFPE, professor formador/tutor do curso de licenciatura em História da EAD/UFRPE e professor da pós-graduação em história de Pernambuco da Faculdade Alpha. Meus interesses de investigação giram em torno do papel da igreja Católica na época moderna, com destaque para os seguintes temas: História da igreja e das atitudes religiosas na monarquia portuguesa, Religião e Política na Modernidade, Ordens Religiosas, Inquisição e Episcopado. Continuar a ler “Pesquisador: Bruno Kawai Souto Maior de Melo”

Pesquisador: Daniel Saraiva

Bio

Doutor em História pela Université Paris IV – Sorbonne (2017), mestre e bacharel em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009 e 2006). Especializado na área de História Moderna, realiza, atualmente, uma pesquisa de pós-doutorado na UFRJ sobre o insuspeito republicanismo comunal que agitou o reino português e suas possessões americanas nos séculos XVI e XVII. Entre os temas a que se dedica, destacam-se o papel político das opiniões coletivas antes do advento da assim chamada “opinião pública”, a publicação de panfletos e notícias impressas sobre os acontecimentos político-militares do tempo, o engajamento político das camadas populares na Era moderna, as tradições republicanas ibéricas e a importância das noções de pátria e nação nas sociedades de Antigo Regime.

Continuar a ler “Pesquisador: Daniel Saraiva”

Pesquisador: Kleber Clementino

Bio

Sou graduado em História pela UFPE, com mestrado em Educação e doutorado em História Moderna pela mesma instituição (com estágio doutoral na Univ. de Évora, Portugal). Atuo como docente do ensino superior desde 2011. Atualmente, componho o quadro do dep. de História da UFRPE (desde 2017). Meu campo de pesquisa se situa na intersecção entre cultura e política, especificamente pensando a produção de relatos históricos no mundo luso-castelhano do séc. XVII.

Continuar a ler “Pesquisador: Kleber Clementino”

Pesquisador: Thiago Groh

Bio

Graduação em História e Especialização em História Social pela Universidade Estadual de Londrina-PR (UEL). Mestrado em História Social pela Universidade Federal Fluminense e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor Adjunto na Universidade Federal do Tocantins, campus Araguaína.

Continuar a ler “Pesquisador: Thiago Groh”

Pesquisador: Marcus Vinicius Reis

Bio

É Professor Adjunto na Faculdade de História da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Doutor em História pelo Programa de Pós-Graduação em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/FFP). Possui Graduação (Licenciatura e Bacharelado) em História pela Universidade Federal de Viçosa (2011). É editor da revista Escritas do Tempo, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em História da UNIFESSPA. Pertenceu ao Conselho Editorial da revista Temporalidades, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em História da UFMG. Também foi bolsista do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior, através da Universidade de Lisboa. Por fim, atua como pesquisador nas seguintes áreas temáticas: Tribunal do Santo Ofício português na Época Moderna; Práticas mágico-religiosas no mundo português da Época Moderna; Gênero e religiosidade; História e Patrimônio. Continuar a ler “Pesquisador: Marcus Vinicius Reis”