Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga

Bio

Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) (2012). Pós-doutorando CAPES PNPD no Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP). Minhas pesquisas se concentram na relação entre história e historiografia do manuscrito, do impresso, do livro e a história e historiografia da magia, feitiçaria e bruxaria na Idade Moderna, com ênfase nos Impérios Ibéricos (sécs. XV-XVIII). Também são temas de pesquisa e áreas de interesse afins: história e historiografia do Santo Ofício da Inquisição na Idade Moderna, história e historiografia das ordens religiosas e do livro religioso, história da cultura e das representações políticas e história das representações teatrais e artísticas na Península Ibérica e seus domínios (sécs. XV-XVIII).

Continuar a ler “Pesquisador: Marcos Antonio Lopes Veiga”

Pesquisadora: Margareth de Almeida Gonçalves

Bio

Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1980), mestrado e doutorado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (2002), com estágio sanduíche na Universidade de Essex, Reino Unido. Tem estágio de pós-doutorado no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (2012). É professora titular da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de História do Império Português e História do Brasil entre os séculos XVI e XIX, com ênfase em história e historiografia da religião, história intelectual e estudos de gênero.

Continuar a ler “Pesquisadora: Margareth de Almeida Gonçalves”

Pesquisador: José Carlos Vilardaga

Bio

Bacharel e Licenciado em História pela Universidade de São Paulo (USP), fez Mestrado (1998-2002) e Doutorado (2006-2011) em História Social pela mesma universidade (FFLCH-USP). Possui experiência docente em ensino fundamental, médio e superior, tendo, neste último, trabalhado em universidades públicas e privadas, como UNISA, UFOP, PUCCAMP e UEL. Estuda os impérios coloniais ibéricos durante o período moderno, com especial ênfase nas conexões luso-castelhanas na América Meridional entre os séculos XVI e XVII. Atua como pesquisador na intersecção das áreas de História da América Colonial, História Ibérica e História de São Paulo no período colonial e desenvolve a pesquisa “Dinâmicas do espaço platino: pessoas e objetos em circulação pelos caminhos do Prata entre 1530 e 1640.” Professor da área de História da América na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), é um dos líderes dos Diretórios de Pesquisa: “A monarquia hispânica e o império dos Felipes (1580-1640)” e “História e Historiografia das Américas”. É um dos coordenadores do Laboratório de Pesquisa em Histórias das Américas (LAPHA) da UNIFESP e membro do Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre os Impérios Ibéricos na Época Moderna (séculos XV-XVII), o FINISTERRA_lab (USP). Faz parte do pólo brasileiro da Red Columnaria; integra a rede internacional GEOPAM (Geopolítica Americana de los siglos XVI e XVII); o projeto “Base de Dados BRASILHIS – Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640)”, e o Ñande – Rede de Pesquisadoras e Pesquisadores sobre o Paraguay. Autor dos livros: Lastros de viagem: expectativas, projeções e descobertas portuguesas no Índico (1498-1554) (Annablume, 2010) e São Paulo no império dos Felipes: conexões na América Meridional (1580-1640) (Intermeios, 2014).

Continuar a ler “Pesquisador: José Carlos Vilardaga”

Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis

Bio

Professor do Departamento e do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágio de pesquisa pós-doutoral como visiting scholar no Instituto de Estudos Latino-Americanos (ILAS) da Universidade Columbia em Nova York. É líder do “LAméricas. Estudos e pesquisas em História da América Colonial” (UFMT/CNPq) e pesquisador associado do grupo “GEHA – Grupo de Estudos de História das Américas” (UFOP/CNPq). Integra o polo brasileiro da Red Columnaria. Atualmente, desenvolve pesquisas sobre os sujeitos e grupos classificados como vagabundos na sociedade novo-hispânica dos séculos XVI e XVII.

Continuar a ler “Pesquisador: Anderson Roberti dos Reis”

Pesquisadora: Adriana Romeiro

Bio

Formada em História pela Unicamp, com mestrado e doutorado pela mesma Universidade. Realizou pós-doutorado na Universidade de São Paulo, Universidad Autónoma de Madrid e atualmente na Unicamp. É professora associada do Departamento de História da UFMG. Atualmente desenvolve estudos sobre o imaginário político na modernidade ibérica, com ênfase para o tema da corrupção.

Continuar a ler “Pesquisadora: Adriana Romeiro”

Pesquisadora: Rachel Saint Williams

Bio

Possui bacharelado e licenciatura em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Mestre (2008) e Doutora (2013) em História pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi bolsista de doutorado sanduíche CNPq na Universidad Complutense de Madrid. Realizou estágio de pós-doutorado (2015-2018) na Universidade de São Paulo, subvencionada por uma bolsa de pesquisa individual FAPESP. Realiza pesquisas sobre História Social dos Discursos Políticos, História dos Conceitos Políticos, Formação das Identidades Coletivas e Escrita da História na Época Moderna. Principais áreas de atuação: História Ibérica, História Moderna e História da América Colonial. Atualmente, é bolsista PNPD/Capes no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Continuar a ler “Pesquisadora: Rachel Saint Williams”

Pesquisador: Luís Guilherme Assis Kalil

Bio

Luís Guilherme Assis Kalil é mestre (2008) e doutor (2015) em História Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor da área de História da América Colonial e América Independente no século XIX e integrante do corpo docente do Programa de Pós-graduação em História (PPHR) da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ – IM/Nova Iguaçu). Líder do grupo de pesquisa “História das Américas: fontes e historiografia” (UFOP/CNPq) e pesquisador associado aos grupos “LAméricas. Estudos e pesquisas em História da América Colonial” (UFMT/CNPq) e “LAMI. Laboratório de Mundos Ibéricos” (UFRRJ/CNPq). Possui experiência na área de ensino e pesquisa em História, com ênfase em História da América.

Continuar a ler “Pesquisador: Luís Guilherme Assis Kalil”

Pesquisadora: Luciana Lopes dos Santos

Bio

Possui Licenciatura e Bacharelado em História pela UFRGS. Cursou Mestrado e Doutorado em História na mesma Universidade, sendo o último com estágio “sanduíche” na Universidade de Alcalá de Henares. Pesquisa na área de História Social da Cultura Escrita e História Moderna desde 2002. Foi professora da rede estadual do Rio Grande do Sul, lecionando História para alunos de 6º. a 9º. anos. Realizou estágio pós-doutoral entre fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019 na Universidade de Salamanca, com o projeto denominado “Os Letrados e a Doutora: a Universidade de Salamanca e a Canonização de Santa Teresa (1591-1622)”. Atualmente, é professora efetiva na UFVJM, campus Diamantina-MG, das áreas de História Moderna e História da América (pré-colombiana e colonial).

Continuar a ler “Pesquisadora: Luciana Lopes dos Santos”

Pesquisador: Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior

Bio

Possui graduação em História (2005) pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestrado (2009) e doutorado (2014) em História e Culturas Políticas pela mesma universidade, com a realização de estágio sanduíche na Université Paris-Est Créteil. Tem experiência na área de pesquisa em História, com ênfase em História Medieval, História do Renascimento, História do Esoterismo e História Política. É membro da Associação Brasileira de Estudos Medievais (ABREM). Atualmente ocupa o cargo de codiretor do Centro de Estudios sobre el Esoterismo Occidental de la UNASUR (CEEO-UNASUR), grupo de pesquisas afiliado a European Society for the Study of Western Esotericism (ESSWE). Dirige também a Revista Melancolia, vinculada ao CEEO-UNASUR. Desde 2019, é membro da Cátedra UNESCO-UFMG “Territorialidades e Humanidades: a Globalização das Luzes”. É professor adjunto do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), onde fundou e dirige o Virtù – Grupo de História Medieval e Renascentista. Continuar a ler “Pesquisador: Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior”

Pesquisadora: Marcia Amantino

Bio

Graduada em História pela Universidade Federal Fluminense (1992), mestrado (1996) e doutorado (2001) em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-doutoramento pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009-2010) e pela Universidade de Évora, Portugal (2012). Realizou um outro mestrado (à distância) pela Universidade Nova de Lisboa (2015), intitulado História do Império português. É professora do Programa de Pós Graduação da Universidade Salgado de Oliveira. É autora dos livros A Companhia de Jesus no Rio de Janeiro: o caso do Engenho Velho, século XVIII (2018); O Mundo das Feras: os moradores do sertão Oeste de Minas Gerais, século XVIII (2008) e co-organizadora de A Companhia de Jesus na América por seus colégios e fazendas: aproximações entre Brasil e Argentina, século XVIII (2015), Santa Cruz: de legado dos jesuítas a pérola da Coroa (2013); História dos homens no Brasil (2013); Escravidão, mestiçagens, ambientes, paisagens e espaços (2011); História do Corpo no Brasil (2011); Povoamento, Catolicismo e escravidão na Antiga Macaé (séculos XVI-XIX) (2011). Possuí também, artigos publicados em periódicos brasileiros e internacionais, elaborados individualmente ou em parcerias com historiadores nacionais, destacando-se nos últimos anos, as produções dedicadas à escravidão de negros e de índios, sobre a economia e inserção social da Companhia de Jesus na capitania do Rio de Janeiro e sobre o processo de expulsão da ordem em 1759 e seus desdobramentos.

Continuar a ler “Pesquisadora: Marcia Amantino”

Pesquisador: Wellington Bernardelli Silva Filho

Bio

Professor de História Moderna da Universidade Federal do Amazonas e doutor em História das Ciências pelo Departamento de História e Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa – DHFC-UL. Tem interesse nos temas ligados a História da Saúde e das Doenças, Circulação do Conhecimento no Império Português e Publicações Médico-Farmacêuticas da Época Moderna.

Continuar a ler “Pesquisador: Wellington Bernardelli Silva Filho”

Pesquisador: Daniel Saraiva

Bio

Doutor em História pela Université Paris IV – Sorbonne (2017), mestre e bacharel em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009 e 2006). Especializado na área de História Moderna, realiza, atualmente, uma pesquisa de pós-doutorado na UFRJ sobre o insuspeito republicanismo comunal que agitou o reino português e suas possessões americanas nos séculos XVI e XVII. Entre os temas a que se dedica, destacam-se o papel político das opiniões coletivas antes do advento da assim chamada “opinião pública”, a publicação de panfletos e notícias impressas sobre os acontecimentos político-militares do tempo, o engajamento político das camadas populares na Era moderna, as tradições republicanas ibéricas e a importância das noções de pátria e nação nas sociedades de Antigo Regime.

Continuar a ler “Pesquisador: Daniel Saraiva”

Pesquisador: Kleber Clementino

Bio

Sou graduado em História pela UFPE, com mestrado em Educação e doutorado em História Moderna pela mesma instituição (com estágio doutoral na Univ. de Évora, Portugal). Atuo como docente do ensino superior desde 2011. Atualmente, componho o quadro do dep. de História da UFRPE (desde 2017). Meu campo de pesquisa se situa na intersecção entre cultura e política, especificamente pensando a produção de relatos históricos no mundo luso-castelhano do séc. XVII.

Continuar a ler “Pesquisador: Kleber Clementino”

Pesquisador: Thiago Groh

Bio

Graduação em História e Especialização em História Social pela Universidade Estadual de Londrina-PR (UEL). Mestrado em História Social pela Universidade Federal Fluminense e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor Adjunto na Universidade Federal do Tocantins, campus Araguaína.

Continuar a ler “Pesquisador: Thiago Groh”