Pesquisadora: Camila Corrêa e Silva de Freitas

Bio

Bacharel e licenciada em História (2007) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestra em História Social (2010) pela mesma instituição, e doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (2017). Foi professora de História no ensino básico nas redes pública e privada. Realizou estágio de pós-doutoramento na Universidade Federal de Pernambuco, na linha de pesquisa “Mundo Atlântico” (2017-2019). Atualmente é professora substituta na área de Ensino de História na UFPE. Trabalha com História da Companhia de Jesus na Época Moderna, História da América Portuguesa e Ensino de História. Desenvolve pesquisas sobre: produção literária jesuítica, circulação e apropriação da literatura religiosa na Europa, identidades religiosas, santidade católica, cultura política na Época Moderna, a história colonial na historiografia escolar.

Continuar a ler “Pesquisadora: Camila Corrêa e Silva de Freitas”

Pesquisador: João de Azevedo e Dias Duarte

Bio

Professor de História Moderna na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Bacharel em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004), mestre (2008) e doutor (2013) em História pelo programa de pós-graduação em História Social da Cultura da PUC-Rio. Foi pesquisador visitante na Brown University, em 2012, e bolsista de pós-doutorado PNPD/CAPES, entre 2013 e 2015. Atua nas áreas de História Moderna, História Intelectual, Teoria e História da Historiografia, e tem interesse nos seguintes temas: religião e política na Europa do início da Modernidade, iluminismos europeus; teoria e historiografia do Iluminismo no século XX; Romance e História no século XVIII.

Continuar a ler “Pesquisador: João de Azevedo e Dias Duarte”

Pesquisador: Luiz César de Sá

Bio

Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Luiz César de Sá é professor adjunto de teoria e filosofia da História, membro do Programa de Pós-Graduação em História e vice-chefe do Departamento de História da Universidade de Brasília. Realizou estágios de pesquisa na Universidade de Lisboa (2008-2009), na Princeton University (2013-2014) e na École des Hautes Études en Sciences Sociales (2015-2016). Tem se dedicado ao estudo de ontologias e práticas letradas de uma primeira época moderna. É autor de Escrever para não morrer: retórica da imortalidade no epistolário de Damião de Góis, publicado pela Imprensa da Universidade de Coimbra em 2018.

Continuar a ler “Pesquisador: Luiz César de Sá”

Pesquisador: Yllan de Mattos

Bio

Graduado (licenciatura e bacharelado) em História pela Universidade Gama Filho (2004), pós-graduado (lato senso) em História Moderna pela Universidade Federal Fluminense (2006), mestre (2009) e doutor (2013) em História Social, setor temático de História Moderna, ambos pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente é professor de História Moderna no Departamento de História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, campus de Seropédica, além dos Programas de Pós-Graduação em História da UFRRJ e da UNESP. Coordena desde 2020 o Conselho Editorial da Edur – Editora da UFRRJ – e integra os grupos de pesquisa LAMI (Laboratório de Mundos Ibéricos) e Mundus Novus: Núcleo de Estudos sobre História Moderna. Trabalha com temas como Inquisição, Religião, Religiosidade, Clero, Justiças e História do Livro. Continuar a ler “Pesquisador: Yllan de Mattos”

Pesquisador: Adone Agnolin

Bio

Graduação em Filosofia e especialização em História das Religiões, junto à Università degli Studi di Padova (1987), Itália. Doutorado em Sociologia (1998) e Pós-Doutorado em História Social (2000-2003), junto à Universidade de São Paulo (USP), Brasil, onde realizou também sua Livre Docência no ano de 2017. Desde 2003, Professor Doutor (Livre Docente) em História Moderna no Departamento de História (Programa de História Social) da Universidade de São Paulo. Pós-Doc como integrante do Projeto Temático de pesquisa, do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), “Missões Cristãs e Populações Indígenas: o problema da mediação cultural” (2000-2003) e do Projeto Temático “Dimensões do Império Português” (2005-2010), do Departamento de História – FFLCH-USP, Cátedra ‘Jaime Cortesão’ e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP): no interior do qual foi coordenador do Núcleo Temático “Religião e Evangelização”. Pós-Doutorado junto à Scuola Normale Superiore, SNS, Itália (2008), com projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, e pesquisa junto ao Arquivo Histórico dos Jesuítas de Roma e à Torre do Tombo e à Biblioteca Nacional de Lisboa. Atuando, sobretudo, na área de História Moderna, com ênfase em História Moderna e Colonial, História das Religiões, História da Reforma e da Contrarreforma, Catequese e Missionação, Colonização e Mediação Cultural entre Europa, América e Ásia, Antropologia Histórica. Continuar a ler “Pesquisador: Adone Agnolin”

Pesquisadora: Juliana Torres Rodrigues Pereira

Bio

Graduada (2009) e Mestre (2012) em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (2017). Atualmente é Professora de História Moderna na Universidade Federal da Bahia. Trabalha com História Religiosa na Época Moderna. Desenvolve pesquisas sobre: episcopado e Inquisição na Época Moderna; debates teológicos modernos; a Ordem dos Pregadores nos séculos XVI-XVII; magia e feitiçaria na Época Moderna.

Continuar a ler “Pesquisadora: Juliana Torres Rodrigues Pereira”

Pesquisadora: Patricia Souza de Faria

Bio

Graduada e Mestre em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense com período sanduíche no Instituto Universitário de Lisboa (IUL-ISCTE). Pós-Doutorado na Universidade de Évora e atuou como pesquisadora (estudos pós-doutorais) no Centre des Recherches Historiques da École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS, Paris). Professora do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Desenvolve pesquisa sobre: Religiões e Religiosidades na Era Moderna; Inquisição e História das Missões Cristãs; Impérios Ibéricos na Era Moderna; Poder, Cultura e Sociedade no Antigo Regime; Império Asiático Português; Impérios, Saberes e Orientalismo.

Continuar a ler “Pesquisadora: Patricia Souza de Faria”

Pesquisadora: Daniela Calainho

Bio

Graduação em História pela Universidade Federal Fluminense (1985), mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992), doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (2000) e Pós-Doutorado na Universidade de São Paulo (2008) e Universidade Federal de Minas Gerais (2014). Professor Associado DE da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Coordenadora do Programa de História Social da Faculdade de Formação de Professores da UERJ de 2010 a 2013. Coordenadora de Pesquisa da Faculdade de Formação de Professores da UERJ desde 2016. Pesquisadora do grupo Companhia das Índias – Núcleo de História Ibérica e Colonial nos Tempos Modernos, contemplado pelo PRONEX desde 2006, sediado na Universidade Federal Fluminense e liderado pelo Prof.Dr. Ronaldo Vainfas. Líder do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Inquisitoriais, cadastrado no CNPq. desde 2008. Bolsista FAPERJ na categoria Jovem Cientista do Nosso Estado de 2009 a 2013. Bolsista CNPq de Produtividade em Pesquisa de 2001 a 2017. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Moderna e do Brasil Colônia, atuando principalmente nos seguintes temas: Inquisição moderna, escravidão, religiosidades populares, história da medicina luso-brasileira. Continuar a ler “Pesquisadora: Daniela Calainho”

Pesquisadora: Silvia Liebel

Bio

Dedicada à história cultural da Primeira Modernidade, Silvia Liebel é professora adjunta de História Moderna da Universidade Federal de Minas Gerais, onde também atua no programa de pós-graduação em História, linha de pesquisa História e Culturas Políticas. Sua formação compreende passagem pela Université Paris 13, onde concluiu doutorado pleno (2011) sob a orientação de Robert Muchembled, e pela UFPR, onde cursou mestrado (2006) e graduação (2004). Seus interesses de pesquisa giram em torno de mundos do impresso, gênero, absolutismo, violência e Iluminismo radical, com ênfase no cenário francês. Lidera o grupo de pesquisa do CNPq “Cultura impressa na Europa moderna (séculos XVI-XVIII)” e é editora-chefe da revista Varia Historia. É autora de Les Médées modernes. La cruauté féminine d’après les canards imprimés français (1574-1651) (PUR). Continuar a ler “Pesquisadora: Silvia Liebel”

Pesquisador: Tiago Bonato

Bio

Doutor em História pela Universidade Federal do Paraná (2018). Fez bacharelado, licenciatura (2007) e mestrado (2010) em História na mesma instituição. Possui experiência docente no ensino fundamental II, médio e superior. É professor de História da América da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). Atua como pesquisador na área de História da América colonial, principalmente a partir da documentação cartográfica dos séculos XVI e XVII nos territórios da região platina; e suas relações com a construção do espaço e das fronteiras, ciência, sociedade e administração. Continuar a ler “Pesquisador: Tiago Bonato”

Pesquisador: Daniel Pimenta Oliveira de Carvalho

Bio

Graduado em História e mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e doutor em Histoire et Civilisations pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris. Realiza pós-doutorado no Programa de Pós-graduação em História Social da UFRJ. Trabalha com História de Portugal e da Europa no século XVII. Desenvolve pesquisas sobre: relações entre diplomacia e publicação na Europa; história política da cultura escrita e da imprensa; história da Restauração portuguesa.

Continuar a ler “Pesquisador: Daniel Pimenta Oliveira de Carvalho”

Pesquisador: Philippe Delfino Sartin

Bio

Graduado e Mestre em História pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP). Possui experiência de pesquisa nos seguintes temas, relacionados a Portugal (séculos XVII e XVIII): literatura de espiritualidade, Inquisição, possessão demoníaca, exorcismos, bruxaria, demonologia. Interessa-se pelo estudo da História das Religiões e pela Teoria da História, além de temas relacionados à História Cultural da Primeira Modernidade. Atualmente é professor substituto no Instituto Federal de Goiás (IFG), no curso de Licenciatura em História.

Continuar a ler “Pesquisador: Philippe Delfino Sartin”

Pesquisadora: Marina Bezzi

Bio

Professora de História Moderna na Universidade de Brasília e doutora em História pela University College London. Em 2021 e 2022, será Visiting Fellow no Lund Centre for the History of Knowledge e Mercator Fellow no projeto “Culturas de Tradução na Época Moderna (1450-1800)”, na Universidade Técnica de Braunschweig e na Herzog August Bibliothek Wolfenbüttel.

Continuar a ler “Pesquisadora: Marina Bezzi”